Pavimentação de Marcelino à BR-153 poderá custar mais de R$ 20 milhões. Primeira etapa já foi iniciada

   IMG_0906A pavimentação asfáltica de Marcelino Ramos à BR-153 é considerada uma das obras mais importantes para o desenvolvimento do município. O trecho de chão batido tem uma extensão aproximada de 20 quilômetros e é um dos principais acessos à cidade. Ao longo dos últimos anos surgiram inúmeras mobilizações das lideranças políticas e empresariais em busca de viabilizar o projeto. A esperança de pavimentação do trecho (ERS-491) reascendeu este ano com o início dos trabalhos por parte do Governo do Estado.

   A Construtora Traçado de Erechim, que faz parte do Grupo Andretta, venceu a licitação para pavimentação da 1ª etapa que compreende um trecho de 820 metros, iniciando no lajeado Teixeiraprimeira etapa Soares/sentido cidade. O engenheiro Diogo Boemo, responsável pela obra, informou ao Portal de Marcelino que a obra está sofrendo atraso no cronograma de execução em razão de rochas que foram encontradas e que serão detonadas nos próximos 15 dias. Após a detonação será iniciada a pavimentação por Concreto Betuminoso Usinado à Quente, IMG_0907trabalho que deverá levar mais 15 dias. Se não ocorrerem imprevistos, a primeira etapa deverá estar concluída no prazo de 40 dias. A pavimentação dos 820 metros está custando R$ 1 milhão e 200 mil, sendo que 20% deste valor é a contrapartida do município.

Próxima etapa
    O projeto que encontra-se no DAER em Porto Alegre é para pavimentação de 5 quilômetros, trecho entre o lajeado Teixeira Soares e a cidade.  O engenheiro Mário Mateiro, Superintendente-Adjunto do DAER em Erechim, informou ao Portal de Marcelino que ainda não existe uma definição de quando será iniciada a obra de pavimentação dos outros 4,2km, que seria a continuidade dos 820 metros. Segundo ele, nos próximos dias deverá ser lançada licitação para esta etapa que deverá custar mais R$ 4 milhões, sendo que 20% do valor será de responsabilidade do município. Até o momento, segundo o engenheiro, foi liberado apenas os 820 metros.

Obra milionária
     Levando em consideração o valor médio de R$ 1 milhão por quilômetro, conforme valores orçados nesta primeira etapa, a pavimentação de todo trecho, até a BR-153, poderá custar mais de R$ 20 milhões. Após a conclusão destas primeiras etapas ( 5km) será necessária novamente uma grande mobilização de toda comunidade em busca de viabilizar o sonho, que pode representar um marco para o progresso da cidade.

Pavimentação
      O Asfalto Concreto Betuminoso Usinado à Quente, que está sendo usado nesta primeira etapa, é um tipo de massa asfáltica300x__escolhidafotos_25.01.06_011 a quente, apropriada para os serviços de execução de Recapeamentos Asfálticos ou novas Capas Asfálticas. Sua utilização é imediata não aceitando estocagem da massa. É indicado para pavimento em rodovias ou ruas de tráfego mais intenso, graças ao seu alto desempenho em resistir esforços.

Gostou! Compartilhe nas Redes Sociais

Um Comentário

  1. marivani karling

    obra que ira fazer muita diferensa pra Marcelino,parabens ha Administraçao Publica de Marcelino Ramos

    Responder

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail nunca será publicado ou compartilhado e os campos obrigatórios estão marcados com um asterisco;*).